Sporting

img_770x4332013_02_08_11_02_00_759242

Eu sei que tenho um blog sobre futebol e não sobre o Sporting e que mesmo assim sou muito tendencioso, falando maioritariamente sobre assuntos relacionados com o Sporting. Mas hoje quero só escrever e dar a conhecer a minha indignação com estes ABUTRES que pairam sobre o meu clube.

Após uma derrota, num timming pouco mais que absurdo, em vez de se unirem em torno dos restantes Sportinguistas e equipa, lamber as feridas, levantar a cabeça e partir mais fortes para o resto do campeonato, tentando ainda recuperar; seguindo o exemplo dos atuais campeões que recuperaram uma diferença pontual exatamente igual (8 pontos) alcançando assim o campeonato nacional depois de se terem unido em torno da sua equipa e batalhando contra os adversários; preferem tirar partido de um mau momento ao nível da equipa de futebol do Sporting para destabilizar e criar guerrilhas internas. Só demonstra o baixo carácter da pessoa que assim agiu. Isto é o Sporting. É assim há anos já. É assim desde que me lembro. Um clube cheio de história mas que infelizmente se deixou rodear de abutres sedentos de poder que têm como objetivo final o proveito próprio. Incrível como uma instituição de tão elevado prestígio pode ser povoado por pessoas tão desprezáveis, oportunistas e interesseiras.

É realmente muito triste ver um clube a tentar finalmente reerguer-se, depois de muitos anos de delapidação, falcatruas e gestão autodestrutiva; um clube finalmente capaz de construir equipas competitivas capazes de lutar por títulos até à última nas mais diversas modalidades; um clube a aumentar ainda mais o seu ecletismo; um clube finalmente a construir a há muito desejada casa para as suas modalidades; um clube que conseguiu finalmente, muitos anos depois dos seus rivais diretos, realizar encaixes significativos com o passe de jogadores, o que resultou num atraso enorme para os seus rivais diretos; um clube que tem vindo a revitalizar a sua formação, depois de anos de despojo e saque, tanto de jogadores como de técnicos de formação; um clube que tem vindo a ganhar estabilidade financeira depois de uma quase iminente falência, que nos obrigaria a começar do zero, à imagem do Parma ou do Rangers; um clube que tem lutado incessantemente pela transparência do futebol português e europeu, pela verdade desportiva…

Nestas e em outras áreas das quais me possa estar a esquecer por escrever este desabafo “a quente” e revoltado com certas atitudes, o Sporting tem vindo a apresentar melhorias e a afastar-se do caminho pelo qual as anteriores direções nos estavam a levar, rumo ao abismo financeiro e desportivo. Bruno de Carvalho não é perfeito. Muito longe disso. Tem defeitos, alguns dos quais até já vieram sendo corrigidos ao longo do mandato. Quem me conhece ou tem seguido as minhas intervenções na internet (por mais insignificantes que sejam) sabe que não tenho medo de apontar o dedo a esses defeitos e de criticar, no sentido de ser possível melhorar e corrigir erros que possam ser cometidos, evitando esses mesmo erros no futuro. Mas foi o Homem da rutura com o passado recente tenebroso que vinha envolvendo o Sporting. Com isso criou muitos anticorpos, tanto fora do clube por fazer frente a corrupções e esquemas instaurados, como dentro por ter rompido com os ideais de quem estava confortavelmente instalado no poder, roubando e saqueando as gentes de Alvalade, corrompendo e agredindo a boa imagem do Sporting.

A altura escolhida para este anúncio não poderia ter sido pior. É demonstrativa do caráter do candidato à presidência do Sporting, qual necrófago que se aproxima do seu alimento mal ele mostre algum sinal de fraqueza, por mais pequeno que seja. Somando a isto o facto de ser alguém com ligações tão profundas às direções responsáveis pela delapidação supracitada.

O próprio anúncio de candidatura é bastante amador e confrangedor, alcançando níveis de comicidade como há muito não ouvia/lia. Só não soltei mais gargalhadas porque depressa se abateu em mim a possibilidade, espero eu que remota, de ter alguém como este senhor que recentemente se candidatou, a dirigir o meu clube. Seria um retrocesso enorme. Traçando um paralelismo, hiperbolizando e correndo até o risco de cair no ridículo, seria, para mim, como se após uma revolução que tivesse posto fim a um regime ditatorial, se desejasse regressar a esse domínio tirano.

Sim, este anúncio de candidatura é, para mim, como deveria ser para todos os Sportinguistas, uma ofensa! Porque seria retirar o Sporting do caminho do progresso, onde FINALMENTE nos encontramos, já com muitos anos de atraso. Seria o desperdício de um mandato e de anos de árduo esforço. Por ser quem é, pela forma e pela altura como foi anunciada e por representar um regresso ao passado, com quem se decidiu (e bem!) romper, um regresso a tempos obscuros, os quais não são desejáveis a ninguém.

Um abraço

Anúncios

One Reply to “Sporting”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s